Você está visualizando atualmente Walter Riso:O Apego É O Superior Porquê De Desgosto Do Homem

Walter Riso:O Apego É O Superior Porquê De Desgosto Do Homem

Não ocupa páginas de jornais, nem se enchem minutos de rádio pra apresentar do apego ou de dependências emocionais que todos os seres humanos sofrem, em superior ou pequeno proporção. Quanto tempo descobre que investimos em coisas que são definitivamente inúteis? 80% do tempo, e isto é muito. Fomos educados deste jeito e custa-nos meditar bem as coisas antes de fazê-los.

É energia desperdiçada que estamos dedicando a um objeto, uma ligação, um vínculo ou a algo que, mais cedo ou mais tarde, não nos vai auxiliar. Trata-Se de obter a máxima proporção entre empenho e proveito. Dê-me um exemplo como podemos desperdiçar essa energia. Há relações de casal em que um dos participantes é muito dependente do outro, a despeito de a alteração lhe ofereça muito insuficiente carinho.

  • Logotipo da marca do cartão
  • A Conspiração dos Ricos. As 8 outras regras do Dinheiro. (2009)
  • Crer as condições de arbitragem, que não exista perspectiva de revenda, por exemplo
  • dois Incursão no futebol
  • Via do General Varela (Carmena lhe mudou o nome)
  • Ser maleável perante as diferenças

Esta pessoa gasta 80% de seu tempo suportando uma ligação de maus-tratos pra adquirir muito pouco privilégio. Em seu livro oferece que os budistas chamam de ignorância, mesmo engano, a know-how de imaginar que as coisas não mudam, e duram para todo o sempre. Como nós Somos uma comunidade ignorante?

Em termos budistas, somos muito ignorantes. As coisas mudam, se transformam, e isso sabem disso, nas sociedades orientais. Nós temos muito claro esse conceito mentalmente, no entanto simplesmente temos incorporado automaticamente. Nos países orientais se educam com a lei da impermanência, de que as coisas se irão e não são eternamente, de estar prontos para a perda. E em nossa comunidade, como nos ensinou?

o oposto, de forma que não há ninguém que esteja preparado para a perda. Note-se que 80% ou 90% dos livros de crescimento pessoal, o que dizem é que procure seus objetivos e não desista.

Isto é em razão de aqui a base é a expectativa, no tempo em que que lá é a desesperança, o entender a perder. Será que a satisfação está em saber das coisas, ou em ter necessidade de o menos possível? Temos que entrar até a alegria de um punho mais harmoniosa, mais relaxada. Sendo assim que a nossa população é ignorante, no significado de que não aceitamos a perda ou a desesperança.