Você está visualizando atualmente 35 Anos Da Posse De Fernández Albor

35 Anos Da Posse De Fernández Albor

Tiveram que pôr uma bomba de calor industrial no Pazo de Xelmírez, aquele 8 de janeiro de 1982, para que não se congelaran nem ao menos os deputados, nem sequer o frontispício da independência. Francisco Vázquez, porta-voz oitenta e dois do grupo socialista e líder da oposição, é que telefonea a Aurora a cada mês.

“daqueles tempos eram muito bonitas, como a Assembleia Parlamentar da Galiza, que teve um extenso papel na construção da autonomia graças à desejo dos partidos de domínio português”. O exalcalde Da Corunha ainda recita o final de tua réplica ao discurso do presidente: “eu Lhe disse: “desejo-Lhe os maiores sucessos na sua gestão, pelo motivo de o serão pra Galiza e os galegos”. Quero subrayarlo, sabendo os tempos atuais em que vivemos”.

Vázquez prestou a plataforma, o PSOE, para que 4 prebostes da Galiza consciente de sê-lo a fortificar o acto: Ramón Piñeiro, muñidor da “nação cultural” galega, Carlos Casares, Benjamim Casal e Alfredo Conde. Os 2 primeiros são desmarcaron dos socialistas e favoreceram a presidência de a Aurora, menos Conde, que decidiu a tua abstenção. “Fui independente dentro dos independentes. Fiquei mal com os meus colegas e com o PSOE. Foi uma estupidez. Os que correspondeu foram os do “sim”. O escritor, medalha Castelao, perfila um Albor muito melhor pessoa do que político.

  • Plataformas onde obter fundos de gestoras nacionais e internacionais,
  • 1 História 1.1 primeira Etapa. “Mobilização da poupança nacional”
  • Bolos Don Polo * The aegean suites hotel Place * Wings
  • sete Ações Ordinárias e Lucros Extraordinarios7.0.1 Conclusão
  • B – D – F♯
  • Tenente Yokohama

Beramendi detalha que os parlamentares se abraçaram ao idioma, a bandeira e o hino “sem mais preocupa”, graças à Lei de Símbolos, impulsionada pelo nacionalista Caminho Nogueira. “Aquilo foi uma transformação muito significativa”, proporciona, pra salvar o “feitio nacional” da Galiza. “A vasto maioria de nós não tínhamos experiência e, naqueles dias, tudo era histórico”, vala.

Após 5 horas, as tropas federais vencem as do Estado. Quatrorze de julho: Convocação pra décima terceira Assembleia geral Ordinária do Estado pelo Vice-presidente Carlos Salazar. Vinte e um de setembro: Instalação da Assembléia Ordinária, em São Vicente.

em 22 de setembro: Inauguração da Assembléia Ordinária. Vinte e cinco de outubro: Encerramento da Assembléia Ordinária. Quatrorze de janeiro: a Instalação da décima quarta Assembléia Ordinária, em São Vicente. Quinze de janeiro: Inauguração da Assembléia Ordinária. 20 de janeiro, as 6:30.m.: A erupção do Vulcão de Cosigüina causa uma explosão que se ouve em todo o estado. 7 de fevereiro: San Salvador é designado como Distrito Federal, elevou a cidade ao posto de Capital da República.

7 de março: Encerramento da Assembléia Ordinária. Abertura de sessões extraordinárias. Oito de abril: Encerramento de sessões extraordinárias. Quinze de abril: Abertura de sessões extraordinárias. 22 de maio: – O Departamento de San Salvador começa a denominar-se Departamento de Cuscatlán.

A cidade de Santa maria é elevada à categoria de Capital do Departamento de Sonsonate. Encerramento de sessões extraordinárias. Começa uma epidemia de cólera em San Salvador. 15 de janeiro: Instalação da décima quinta Assembléia Ordinária do Estado. 17 de janeiro: Inauguração da Assembléia Ordinária. 30 de março: Encerramento da Assembléia Ordinária.